segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Donald Trump processado por violar a Constituição dos EUA


Fotografia:  EPA/Mark Lyons

Os especialistas invocam uma cláusula da lei que impede membros eleitos de receber pagamentos de governos estrangeiros.

Um grupo de peritos legais, incluindo constitucionalistas e antigos advogados do departamento de ética da Casa Branca, vai abrir um processo contra Donald Trump, avança o New York Times. Em causa está a alegada violação da Constituição dos Estados Unidos por parte do novo presidente. Os especialistas invocam uma cláusula da lei que impede membros eleitos de receber pagamentos de governos estrangeiros. 

O processo está a ser movido pelo grupo Citizens for Responsability and Ethics in Washington (Cidadãos pela Responsabilidade e Ética em Washington), que acusa o presidente de receber esses pagamentos nos vários negócios de que é proprietário, como a sua cadeia de hotéis. O processo alega que o sucessor de Barack Obama na Casa Branca mantém negócios com países como a China, Índia, Filipinas ou Indonésia. “Quando o presidente Trump se sentar para negociar acordos de comércio com estes países, o povo americano não terá forma de saber se ele também está a pensar nos negócios do empresário Trump”, sublinha o grupo num comunicado. “Não queríamos chegar a este ponto. Tínhamos esperança que o presidente Trump faria o que fosse necessário para não violar a Constituição antes de tomar posse, mas ele não fez nada. As violações constitucionais são sérias e por isso somos obrigados a tomar medidas legais”, declarou um dos representantes do grupo, Noah Bookbinder, ao New York Times. Os representantes legais de Donald Trump já remeteram o processo para uma firma de advogados. 
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...