domingo, 18 de janeiro de 2015

Brasileiro é executado na Indonésia por tráfico de drogas










A presidente Dilma Rousseff telefonou na sexta-feira para o presidente Joko Widodopara fazer um apelo pessoal em favor de Moreira, mas ouviu um ‘não’ como resposta. O governo brasileiro também pediu que o papa Francisco intercedesse e, em uma derradeira tentativa de dissuadir o governo indonésio, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, enviou ao chefe do Ministério Público local uma solicitação de adiamento da execução. Várias organizações internacionais de defesa dos direitos humanos também se manifestaram contra a decisão da Indonésia. 

Por que a Dilma não pede clemência aos traficantes brasileiros para não matarem cidadãos inocentes!.. Em todo o Brasil, 56,12% dos assassinatos têm ligação direta com o tráfico. Os mortos, em sua grande maioria são de jovens pobres de 15 a 25 anos.O Grupo UN de Notícias fez um Brasileiro é executado na Indonésia. levantamento sobre a criminalidade provocada pelo tráfico de drogas no Brasil. Durante três meses, os repórteres Willian Ferraz, Hugo Bross, Kaio Diniz e Vanderson Freizer, visitaram todas as regiões do país e constataram que em todas elas mais da metade dos homicídios, roubos e furtos tem ligação direta ou indireta com essa atividade criminosa.

Para chegar a este resultado, foram verificadas inúmeras ocorrências registradas pelas policias Civil, Militar e Federal, além de notícias divulgadas por vários veículos de comunicação e diálogos diretos com a população atingida pelo aumento da violência motivada pelo tráfico. O Grupo UN verificou que a situação é mais preocupante nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, onde o narcotráfico é responsável por mais de 60% de todas as ocorrências envolvendo homicídios e roubos.

Em todo o Brasil, 56,12% dos assassinatos têm ligação direta com o tráfico. Os mortos, em sua grande maioria são de jovens pobres de 15 a 25 anos. Os crimes geralmente são cometidos entre às 18hs e às 23hs e na maior parte, em bairros de periferia. A escolaridade das vítimas também chama a atenção, a maior parte dos mortos não concluiu o ensino médio e foram assassinados por arma de fogo e com requintes de crueldade extrema. Pelo menos 70% dos jovens assassinados sofreram qualquer tipo de agressão física antes de serem mortos e tiveram partes dos corpos cortadas após os homicídios.

Destaque para o número de mulheres mortas em função do trabalho para o crime. Cerca de 30% de todas as vítimas femininas fatais no Brasil tiveram qualquer tipo de envolvimento com a venda ou o uso de entorpecentes. A prostituição também esta em ritmo acelerado, muitas mulheres vendem seus corpos por valores entre R$ 10 e R$ 25, esse dinheiro é utilizado para a compra de crack, a droga ilícita mais consumida pelo sexo feminino.As dividas adquiridas com os traficantes é a principal causa de assassinatos dos usuários. Brigas pelo controle de pontos de venda é o que causa a morte de pequenos vendedores de droga. Apenas 5% dos dependentes químicos morrem de overdose, e em geral, provocadas pelo consumo excessivo de cocaína, o que revela a inverdade sustentada pelos governos de que um viciado em crack morre em 5 ou 6 anos, após o inicio do consumo deste entorpecente.

Isso não significa que o crack não seja altamente nocivo a saúde e sim revela que o uso desta droga causa mais problemas de congestionamento em hospitais e centros de atendimento médico do que a morte por overdose de seus usuários. O crack causa visível destruição ao corpo dos viciados, mas dificilmente mata por consumo excessivo.

Região Norte – Nos estados do Norte do Brasil, o aumento de crimes ligados ao tráfico é cada vez maior, mas se comparada às demais regiões do país, podemos dizer que a situação ainda é a mais confortável. Em relação aos homicídios, o estado de Rondônia é o líder, cerca de 50% das mortes nas maiores cidades rondonienses está ligada a venda e ao uso de entorpecentes.Região Sudeste – O estado de São Paulo é um dos maiores consumidores de cocaína do Brasil, perdendo apenas para o Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro. São Paulo tem um paradoxo incomum em relação aos outros estados analisados, enquanto que em cidades do interior como Campinas e São José do Rio Preto, existem maior consumo de cocaína e maconha, em especial por jovens de classe média; na capital do estado e em cidades próximas, o crack é a droga mais consumida e gera mais da metade dos homicídios na região, provocados por dividas dos usuários que se tornam impagáveis.brasileiro morto na indonesia.Brasileiro fuzilado na Indonésia.Brasileiro condenado à morte por tráfico é fuzilado na Indonésia - 17/01/2015 Brasileiro é executado na Indonésia Brasileiro é executado na Indonésia




URGENTE!!! Dilma declara luto oficial de 3 dias após morte de traficante Brasileiro!!!..Após morte de traficante brasileiro, Dilma se irrita, chama consul e ameaça romper relações com a Indonésia.‘Indignada’, Dilma afirma que relações entre Brasil e Indonésia foram afetadas ‘gravemente’.Dilma se irrita com o fuzilamento do Brasileiro, Relações entre Brasil e Indonésia foram afetadas.A presidente brasileira Dilma Rousseff afirmou neste sábado (17) estar “indignada” com a execução do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, realizada por fuzilamento na Indonésia na madrugada deste domingo (horário local, tarde de sábado no Brasil).

A mandatária ainda convocou o embaixador brasileiro no país asiático para consultas, uma atitude que, na diplomacia, é interpretada como um estremecimento nas relações entre dois países.

O presidente da Indonésia, Joko Widodo, negou nesta sexta-feira (16) um pedido de clemência feito por Dilma para que o brasileiro não fosse punido com a pena de morte. Brasileiro é executado na Indonésia.com/results?search_query=Brasi­leiro+é+executado+na+Indonésia.O brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, e outros 04 estrangeiros, foram executado na tarde deste sábado na Indonésia pelo crime de tráfico de drogas.

Preso desde 2003 depois de ser flagrado no aeroporto da capital Jacarta com 13,4kg escondidos em ferragens de uma asa delta, o carioca foi condenado à morte em 2004 teve sua pena executada às 15:00hrs deste sábado, horário de Brasília, madrugada de domingo na Indonésia.

Dilma se irrita com negativa da Indonésia em seu pedido de clemencia para o brasileiro Marco Archer e ameaça romper relações com a Indonésia

Veja também:
Brasileiro usado por traficantes internacionais para transportar cocaína, será executado pelo governo da Indonésia
Petrolão foi estopim para fogo amigo dentro do PT – Lula e Dirceu não se falam mais, diz revista
E agora Dilma? Ministro do TCU diz que governo omitiu R$ 2,3 trilhões em prestação de contas

Na ultima semana Dilma tentou por diversas vezes falar pessoalmente com Joko Widodo, chefe do governo da Indonésia, conseguindo ser atendida apenas às vésperas da execução, no entanto seu pedido para que o brasileiro não fosse morto foi negado por Joko.

Cerca de 15:31 hrs deste sábado Dilma foi comunicada sobre a morte do brasileiro, que foi fuzilado pelo governo da Indonésia. Tão logo soube da morte, Dilma, através de sua acessoria lançou uma nota de repúdio à morte de Marco.

“A presidenta Dilma Rousseff tomou conhecimento – consternada e indignada – da execução do brasileiro Marco Archer ocorrida hoje às 15:31 horário de Brasília na Indonésia”, diz o comunicado.

“A Presidenta Dilma lamenta profundamente que esse derradeiro pedido, que se seguiu a tantos outros feitos nos últimos anos, não tenha encontrado acolhida por parte do Chefe de Estado da Indonésia, tanto no contato telefônico como na carta enviada, posteriormente, por Widodo.”

A nota ainda reforça o que já havia sido dito pelo assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, de que a rejeição do pedido prejudicará as relações entre os dois países.

Veja também:
Dilma, depois de aumentar R$ 68 no mínimo, concede aumento de R$ 4,3 mil ao STF
Dilma gastou SOB SIGILO, R$ 18 milhões com cartão corporativo em 2014
Corrupção e inflação fazem alimentos atingirem a maior alta dos últimos 10 anos execução de brasileiro Execução do Brasileiro na Indonésia.O brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, de 53 anos, foi fuzilado neste sábado na Indonésia, depois de passar mais de uma década no corredor da morte. Condenado em 2004 por tráfico de drogas, o brasileiro teve negados os dois pedidos de clemência a que tinha direito. É a primeira vez que um brasileiro condenado à pena capital é executado no exterior.

Segundo a embaixada do Brasil na Indonésia, a execução foi levada a cabo por volta das 15h30 (0h30 de domingo no país asiático) O atestado de óbito só será enviado aos diplomatas brasileiros no decorrer do domingo. O Itamaraty aguarda a documentação oficial sobre a execução para se pronunciar. 

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...