sábado, 15 de novembro de 2014

Água potável passará a ser paga na Irlanda


maria toutoudaki para getty images

Não tá fácil para ninguém mesmo, como muitos sabem aqui na Irlanda a água que sai de nossas torneiras é totalmente gratuita. Quer dizer, era gratuita. Como previsto, a partir de 2014 medidas anunciadas pelo governo irlandês para arrecadar mais dinheiro e acelerar a recuperação da crise entrariam em vigor e a Irlanda que nunca cobrou pela água, anunciou em seu plano de austeridade lá em 2010 a introdução da nova taxa em 4 anos. Como quatro anos passam rapidinho, 2014 já está aí e esse dia parece ter chegado.
O acordo da Irlanda com o Troika sobre a cobrança de uso da água estava prevista para o comecinho do ano que vem, mas o plano precisou ser revisto e foi adiado por cerca de dez meses já que nem todas as casas do país terão medidores de água. Infelizmente o que é bom vai durar bem pouco, pois em outubro de 2014, os primeiros medidores já serão instalados para testes e logo em seguida, a cobrança da água entrará em vigor.

A água

DIvulgaçãoA água da Irlanda é famosa pela quantidade questionável de fluoreto, componente químico adicionado à água para “beneficiar” o esmalte dos dentes e evitar as cáries. O Fluoreto que foi introduzido em 1964 no tratamento da água, continua sendo adicionado até hoje e envolvendo a Irlanda em incontáveis polêmicas e protestos por ainda ser um dos poucos países a defender o uso do composto. Se o Fluoreto é usado em benefício do nosso sorriso, por que tantas polêmicas? Acontece que o Fluoreto é um componente pior do que o chumbo e traz muitíssimos danos à saúde, entre eles, problemas na tireóide, aumento de chances de doenças no fígado, rins, bexiga  e sistema nervoso central além da incidência de câncer. Tudo isso já foi provado e comprovado.
Infelizmente até agora muito pouco foi dito sobre a eliminação do Fluoreto com a cobrança da água. Um dos partidos políticos irlandeses o Sinn Féin, propôs uma medida que banirá o componente da água e ainda condenará à 5 anos empresas ou pessoas suspeitas de adicionar fluoreto na água.  Mas ainda vai demorar para que essa proposta seja votada e entre em vigor, até lá, espera-se que a qualidade também melhore e que o governo decida de uma vez por todas eliminar o fluoreto, já que não é justo cobrar pela água que é sabidamente questionável.

Quem será responsável pela cobrança da água?

Como cobrar pela água é uma decisão nova, outras novidades vieram junto. Recentemente foi criada a  Irish Water, uma Companhia que será responsável pelos assuntos relacionados ao saneamento básico do país e todo e qualquer assunto relacionado à medidores, vazamentos e contas. Com a criação da Irish Water veio também uma boa notícia, cerca de 1600 postos serão abertos para agilizar a introdução de medidores por todo o país e ajudar a gerenciar o novo sistema.

Como o gasto será calculado?

divulgaçãoAinda não se sabe quais serão os gastos com essa nova conta, mas estima-se que os medidores instalados em todas as casas do país custarão de 300 a 500 euros (!) e serão descontados das primeiras contas, já que esse será um valor fixo. Já nas contas mensais, o gasto calculado em metros cubícos (como já é feito no Brasil) segue estimado em 1.99€.
Vale lembrar que a cobrança da água não é uma novidades isolada do governo irlandês, anunciamos aqui no E-dublin o aumento de 100% do Gnibo aumento no custo do transporte público (ônibus, luas, dart) além do aumento no preço da cerveja e dos cigarros. Tudo isso prova que a Irlanda já não é mais a mesma e que embora o país esteja saindo da recessão, muita gente ainda vai sofrer com essa recuperação, seja irlandês ou não.
Fonte: http://www.e-dublin.com.br/e-dublin-news192-agua-potavel-passara-a-ser-paga/
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...