segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Reeleição de Dilma Rousseff repercute na imprensa internacional


Brasília - A reeleição de Dilma Rousseff após vitória no segundo turno das eleições presidenciais neste domingo (16) teve repercussão nos principais veículos de comunicação do mundo. O jornal norte-americano The New York Times, noticiou em sua versão digital "Presidenta Dilma Rousseff derrotou um adversário centrista, Aécio Neves, em uma tumultuada corrida marcada por acusações de corrupção, insultos pessoais e debates acalorados".  
A capa da versão digital do diário argentino Clarín noticiou que "Dilma consegue a reeleição em votação apertada" , com um perfil da presidente intitulado "A ex-gerrilheira que a ditadura chamou de nossa Joana D'Arc" que destaca: "com fama de dama de ferro, Dilma Rousseff resistiu a fortes críticas e se mostrou muito dura na disputa eleitoral". A trajetória de Dilma na luta contra a ditadura militar no Brasil (1964-1985) também foi destaque na versão digital do diário espanhol El Pais. Com o título "A guerrilheira que se converteu em presidente", o jornal destaca a passagem de Dilma pelo PDT, criado por Leonel Brizola, antes de ingressar no PT.

A agência pública de comunicação da Argentina, Télam,  ressaltou a declaração de apoio à Dilma feita pela presidenta Cristina Kirchner, que classificou a reeleição como "grande vitória da inclusão social e da integração". A reeleição também foi destaque no semanário alemão Der Spiegel, nos ingleses The Guardian BBC, no periódico francês Le Monde, no americanoFinancial Times, no chileno La Tercera, no argentino La Nación, e nos italianos Corriere Della Sera e La Stampa.













Fonte: BBC





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...