quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Deputado defende que beneficiário da Bolsa Família seja proibido de votar





Revoltado com a derrota de Aécio Neves (PSDB) para Dilma Roussef (PT), o deputado estadual Aldo Demarchi (DEM), ex-prefeito de Rio Claro (173 km de São Paulo), defende que a Constituição Federal seja alterada para que os beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família, não possam votar.

Em entrevista ao "Jornal da Cidade", de Rio Claro, na segunda-feira (27), Demarchi afirmou que o título de eleitor dos que possuem cadastro em programas sociais deve ser suspenso enquanto durar o benefício.


"Na minha opinião, até choca um pouco, eu acho que quem depende do governo precisa ter temporariamente o seu título de eleitor suspenso. Ele deveria sim votar a partir do momento em que ele saísse da dependência do Estado", disse.

O deputado disse que o candidato tucano venceu onde "tem trabalho" e "trabalhador" e perdeu nas regiões onde as pessoas rejeitam o trabalho.

"O que ficou claro no resultado dessa eleição é que onde tem trabalho, onde existe o trabalhador, aquele que levanta de manhã, que trabalha e gera a riqueza desse país, que é São Paulo, o registro, a fotografia da mudança foi clara. Onde foi que nós perdemos? onde a dependência do Bolsa Família, onde tem a dependência das pessoas que não querem o trabalho, que não veem o progresso dentro da sua carreira. Nós perdemos ali", disse.

Deputado não se arrepende
Em entrevista por telefone ao UOL, o deputado não mostrou arrependimento pelas declarações. "Já vi vereadores perderem o mandato porque deram cesta básica na campanha. O Bolsa Família é uma compra de voto oficializada. Se você não pode dar cesta básica porque é compra de voto, quem recebe Bolsa Família não pode votar."

O deputado, no entanto, não acha que a regra deva valer para aqueles que são beneficiados pelo governo de outras maneiras, como, por exemplo, empresários que recebem isenções fiscais ou empréstimos com juro subsidiado. "Eles pagam, produzem."

Questionado pela reportagem sobre ter dito que Aécio perdeu onde as pessoas não trabalham, Demarchi negou que esteja referindo-se a alguma região específica do país. "Não estou querendo fazer separatismo. Não estou falando do Nordeste. Aqui na minha cidade tem gente que não quer trabalhar porque ganha Bolsa Família."

Reportagem publicada pelo UOL no último dia 23 mostra que, na opinião de especialistas, muito embora o Bolsa Família ajude a impulsionar a economia do Nordeste e a reduzir a miséria, o bom desempenho de Dilma na região é reflexo do crescimento econômico do Nordeste, das obras de infraestrutura e da criação de vagas em universidades federais.

Uol

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...