sábado, 8 de março de 2014

Centenas de soldados em 50 caminhões se dirigem para base perto de capital da Crimeia



 
 
Policiais de choque ucraniana fazem a guarda do prédio da administração pública regional durante um comício por manifestantes pró-russos na cidade ucraniana de Donetsk AFP
Um comboio com centenas de soldados russos e formado por cerca de 50 caminhões se dirigia para uma base próxima da capital da Crimeia, Simferopol, neste sábado (8), afirmou uma equipe de reportagem da Reuters na província ucraniana ocupada pela Rússia.


O comboio era acompanhado por oito veículos blindados, duas ambulâncias e caminhões-tanque de combustível.
A Rússia afirma que suas tropas na Crimeia são apenas aquelas que estão estacionadas em sua Frota do Mar Negro, uma afirmação que os Estados Unidos afirmam ser "ficção (do presidente russo, Vladimir) Putin".
O governo em Kiev da diz que há 30 mil russos na Crimeia. O Pentágono estima o número em cerca de 20 mil. Tropas russas tomaram a região da Crimeia na semana passada.
Os observadores internacionais da OSCE (Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa), que tentam há três dias entrar na península ucraniana da Crimeia, foram recebidos neste sábado com tiros de advertência ao se aproximar de um posto fronteiriço, informaram à Agência Efe fontes deste organismo em Viena.




Tatiana Baeva, do escritório de imprensa da OSCE, disse que eles "estavam se aproximando do posto de controle quando foram disparados tiros de advertência". Nenhum dos integrantes da missão ficou ferido. Perante essa situação, os observadores militares da OSCE decidiram retirar-se da cidade de Jarson, para avaliar os passos a seguir, depois que já na quinta e na sexta-feira foram impedidos de entrar na Crimeia por grupos armados que bloqueiam os acessos desde o resto do território ucraniano.
A OSCE não deu informação sobre a afiliação desses grupos ou quem os controla. O envio de observadores não armados foi solicitado pelo governo de Kiev e decidido na terça-feira passada pelo Conselho Permanente e do Fórum de Segurança e Cooperação da OSCE, com o objetivo de analisar no terreno a situação e esclarecer se a Rússia colocou tropas em solo ucraniano. A missão está formada por 54 pessoas de 29 países, entre eles Estados Unidos, Alemanha, França e Reino Unido.


Fonte:  http://noticias.r7.com/internacional/centenas-de-soldados-em-50-caminhoes-se-dirigem-para-base-perto-de-capital-da-crimeia-08032014
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...