segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Site do PMDB é hackeado; mensagem cobra Cabral sobre sumiço de Amarildo





O site do PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro), partido do governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, e do prefeito da capital fluminense, Eduardo Paes, foi hackeado nesta segunda-feira (12) pelo grupo Anonymous Brasil.

Ao invés de informações sobre a legenda, quando o site é acessado uma mensagem cobra o reaparecimento do pedreiro Amarildo Dias de Souza, sumido desde o dia 14 de julho. "Sérgio Cabral, cadê o Amarildo", diz o texto.

Um texto e um vídeo postados no site pelos manifestantes relatam o desaparecimento do pedreiro."O Brasil está cheio de Amarildos em todo lugar. Em 2012 foram mais de 2.000 desaparecidos só no Rio de Janeiro! O Amarildo representa eles e muito mais", continua a mensagem que aparece na página inicial do site do PMDB. "O Rio quer saber onde está o Amarildo! O Brasil quer saber onde está o Amarildo! O Brasil quer saber, senhor governador, para onde a Polícia Militar do Rio de Janeiro levou o Amarildo!"


Amarildo, 43, desapareceu em 14 de julho, quando foi levado por policiais militares de sua casa, na favela, à sede local da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora), supostamente "para averiguação".

A assessoria da presidência do PMDB informou que o seu departamento de tecnologia está investigando eventuais falhas. O caso ainda será avaliado e poderá ser levado à Polícia Federal, informou a assessoria.

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...