segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Estudo avaliará o impacto ambiental das obras de nova base na Antártica



A estrutura principal da futura estação antártica será feita de aço (Foto: Divulgação/Estúdio 41)

O Ministério do Meio Ambiente anunciou nesta sexta-feira (9) a contratação pela Marinha do Brasil de uma empresa para estudar o impacto ambiental das obras da nova base brasileira na Antártica.
A empresa Ardea Consultoria Ambiental terá cinco meses para elaborar o estudo de impacto ambiental e apresentar o relatório, ainda de acordo com o ministério. Biólogos, geólogos, engenheiros e químicos terão o objetivo de avaliar os riscos potenciais das obras e dos resíduos que devem ser gerados a partir da empreitada para o bioma local.

A reconstrução da base da Estação Antártica Comandante Ferraz deve ter início no verão de 2014. Um incêndio em fevereiro de 2012, que matou dois militares brasileiros, destruiu as instalações anteriores.
Desde o fim de março, cientistas e militares brasileiros estão instalados em um complexo provisório na Estação Comandante Ferraz. Os chamados Módulos Antárticos Emergenciais (MAEs) substituem provisoriamente a infraestrutura que foi destruída no ano passado.

Vista panorâmica da Estação Antártica Comandante Ferraz (Foto: Divulgação/Estúdio 41)

Fonte : G1


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...