terça-feira, 13 de agosto de 2013

Cabral culpa black blocs por confronto com a PM após reunião entre governo e professores



Reprodução

O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, afirmou nesta terça-feira (13) que a culpa pela confusão ocorrida na noite de segunda (12) no bairro de Laranjeiras, zona sul da capital fluminense, onde fica o Palácio Guanabara, deve ser atribuída aos "grupos que tentam coagir a democracia", em referência aos manifestantes que utilizam a tática anarquista conhecida como "black bloc".

A confusão ocorreu logo após uma reunião entre professores grevistas e o vice-governador, Luiz Fernando Pezão. Ao fim do encontro, um grupo tentou acampar na residência oficial do governo estadual e foi retirado à força pela segurança. Do lado de fora do Palácio, manifestantes e policiais militares entraram em confronto.

"Houve uma espécie de assembleia na entrada do Palácio. Apenas um grupo de professores queria acampar, ou outros resistiam. Não havia nenhum desejo de violência", afirmou Cabral. "O Palácio é um local de trabalho. Esse radicalismo de poucos não condiz com a serenidade da esmagadora maioria dos professores."

O governador ainda afirmou que o grupo de black blocs não tem relação com os professores que estavam no local. "São grupos que vêm com a cara escondida, com máscara, coquetel molotov. (...) São grupos que tentam coagir a democracia", disse.

Fonte: Uol notícias
← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...